Alunos da WAY dão dicas para sucesso no SAT

Alunos da WAY dão dicas para sucesso no SAT

O ano de 2019 foi mais um de sucesso para os alunos da WAY American School no SAT, o teste de seleção para a maior parte das universidades americanas - algo como um Enem dos EUA.

Com uma média superior à média dos alunos americanos, os alunos da WAY ficaram à frente da grande maioria dos estudantes que buscavam ingressar nas principais instituições de ensino superior dos EUA.

Nós conversamos com dois alunos da WAY que fizeram o teste para saber quais eram suas expectativas e que dicas eles poderiam dar para outros alunos interessados em tentar o SAT e fazer faculdade fora do Brasil. Victoria Busato, de Porto Alegre, e Lucas Militão, de Brasília ficaram entre os 10% melhores.

Lucas afirmou que o SAT é muito importante para ele. "Eu pretendo me candidatar para faculdades concorridas". Da mesma forma, Victoria considera que "conquistar uma boa nota coloca o estudante em uma posição privilegiada" para ser aprovado entre as melhores universidades.

Preparação

O SAT é dividido em duas áreas. Matemática e Interpretação de Texto e Redação. Lucas afirmou que não se dedicou muito à Matemática, mas foi nos preparatórios oferecidos pela WAY em sua escola. "Simulei várias vezes as provas".

Victoria destacou que é possível fazer a prova quantas vezes quiser, sendo que a sua primeira tentativa foi ainda no 9º ano do ensino fundamental. "Neste primeiro exame, tirei 950. Atualmente estou no 3º ano do ensino médio e refiz a prova. Dessa vez fui mais preparada e tirei 1330". A nota média no SAT é de 1067. Para se preparar, ela diz: "realizei algumas provas antigas do SAT e simulei a quantidade exata de tempo que teria para realizar cada seção da prova".

Victoria ainda afirma que seus principais desafios na preparação foram se adaptar ao estilo diferente da prova, concluí-la no tempo exigido, e dedicar tempo para estudar enquanto fazia o terceiro ano do ensino médio. "Em meio a um turbilhão de acontecimentos, é preciso manter-se organizado para atender a tantas metas". Já para Lucas, a dificuldade era manter o foco: "eu muitas vezes ficava distraído e não estudei tanto quanto eu gostaria".

Expectativas

Perguntamos para os dois como eles se sentiam com o sucesso alcançado com o SAT. Victoria se mostrou satisfeita com o resultado acima do imaginado, já que esperava tirar 1200 e chegou a 1330. "O que mais me deixa orgulhosa é perceber a minha evolução ao longo da trajetória. Tendo aumentado cerca de 400 pontos da minha nota inicial mostra o quanto a preparação é essencial para conquistar a tão almejada nota."

Já Lucas, apesar do sucesso, afirma se sentir um pouco decepcionado com a nota 1310. "Eu pretendo me candidatar para faculdades muito concorridas". Ainda assim, ele mantém as esperanças e diz que estudará nos Estados Unidos "se eu for aprovado com auxilio financeiro em uma faculdade boa". Ele busca um lugar no MIT, em Massachusetts, na Caltech, California, ou na Universidade de Chicago, em Illinois.

Estudar nos EUA também é a meta de Victoria. "A princípio vou me candidatar para 10 universidades, com taxas de aceitação variáveis entre 70% até 15%. Por exemplo, Eastern Michigan, Oregon, Ohio State e Georgetown."

O papel da WAY

Victoria concluiu o programa da High School quando estava no 1º ano do ensino médio, mas continuou contando com o apoio da WAY nos anos seguintes. "Sempre recorri - e continuo recorrendo - ao meu professor para esclarecer dúvidas, pedir orientações e dicas de estudo". Ela continua a pegar livros emprestados para estudar, além de receber materiais complementares e continuar participando dos grupos de estudo organizados pela WAY para treinar a língua inglesa.

Lucas também acredita que a WAY foi essencial para o seu resultado. "Com certeza fui muito melhor interpretando os textos com o auxílio do ensino na WAY". Ele lembra que a WAY oferece gratuitamente aos alunos, duas tentativas do SAT, mas que algumas faculdades podem exigir os SAT Subject Tests, que são testes extras, para áreas específicas.

Dicas para nossos alunos

Por fim, pedimos aos nossos alunos que compartilhassem algumas dicas para outros alunos interessados em se preparar e fazer o SAT. Leia suas respostas abaixo:

Dicas da Victoria:

Praticar ao máximo. A melhor forma de habituar-se com esse estilo de prova e sentir-se confiante no dia é exercitando. Além disso, recomendo o livro oficial feito pelo College Board chamado SAT Official Study Guide. Lá tem dicas, macetes (principalmente para Matemática) e provas antigas. Além disso, criar uma conta no Khan Academy e praticar semanalmente, estudar vocabulário (há diversos aplicativos de Smartphone para isso), e aprender a administrar o tempo em cada seção da prova.

Dicas do Lucas:

Estudem bastante a parte de reading and writing. A parte de Matemática é mais fácil [do que] no Brasil, pois o nível é diferente do Enem. Entretanto, estudem um pouco de aproximação linear e quadrática, pois não aprendemos sobre isso aqui no [Brasil].